O morango não é a última fruta para Midori. A educadora sexual nipo-americana ganha a vida transformando homens comuns em máquinas sexuais com suas aulas no empório Coco de Mer, em Londres (na Inglaterra). Ela não somente usa ameixas para as demonstrações com seus alunos como também já experimentou alguns pêssegos. Graduada pela Universidade da Califórnia (EUA), Midori escreve e ministra palestras sobre sexo pelo mundo inteiro. “Durante a aula, eu mostro aos alunos como é fácil dar um orgasmo a uma mulher com demonstração ao vivo de sexo oral em minha assistente – e isso é o que torna único meu método de ensino. De classes iniciantes a avançadas, sempre há algo novo a aprender. Os alunos ficam ligados e tomam muitas notas – eles conseguem imaginar os orgasmos que virão como resultado do tempo investido. Fazer uma mulher gozar com pouco esforço e muita habilidade faz de um homem um bem valioso. Qualquer um pode conseguir isso freqüentando minhas aulas”, explica Midori. Portanto, atenção. A aula dela começou.

1 – A melhor maneira de levá-la ao orgasmo é ir devagar
Pode parecer contraditório, mas usar o tempo para preparar a mulher pode fazer com que você ganhe horas mais tarde. De fato, eu diria até que o tempo que você leva para iniciar o sexo oral é inversamente proporcional ao tempo que você vai ter de permanecer nele. Se ela estiver demorando a alcançar o clímax, vai ficar constrangida, provavelmente fingindo um orgasmo para poupar seu ego. Considere esta sugestão e você também não vai cansar as mandíbulas. Uma boa maneira de preparar sua parceira é os dois tomarem banho juntos. Isso não só garante que você vai ter prazer ao devorá-la como também faz com que ela fique mais relaxada, sem pensar no trabalho e em outras preocupações. Além disso, ela vai ficar muito mais tranquila ao estar limpa o suficiente para aproveitar quando você estiver lá embaixo.

2- Faça-a gemer
Você deve provocar os genitais dela, não invadi-los. Enquanto estiver beijando-a (na boca), pressione uma coxa entre as pernas dela com força. Esfregue para cima e para baixo. É o mesmo princípio da máquina de lavar no ciclo de centrifugação – a vibração total tem efeito muito maior do que um ou dois dedos. Esse tipo de contato indireto com
o clitóris e a vagina é um ótimo aquecimento. Depois disso, morda- a por cima da saia, como um prelúdio provocante, até que ela comece a pressionar seu rosto – e em breve ela estará só de calcinha. É quando você vai, então, respirar e lamber sua vagina por cima da calcinha. Essa forma de excitação garante uma reação explosiva quando você chega ao clitóris.

MORDA-A POR CIMA DA SAIA… EM BREVE ELA ESTARÁ SÓ DE CALCINHA

3- Leia os lábios dela para saber a hora de começar.

Para atingir o orgasmo de maneira mais rápida, localize o clitóris. Ache-o usando os pequenos lábios como guia. Siga-os desde baixo (área do períneo) até sua junção na parte superior da vagina. Sobre essa parte você vai encontrar uma dobra horizontal de pele, a cobertura chamada de capuz do clitóris. Coloque um dedo sobre ele, abrindo-o gentilmente, expondo uma pequena saliência. Bingo – alcançou o clitóris dela. Esses pequenos epicentros de prazer existem em todos os tamanhos e modelos. Alguns clitóris pulam para fora, outros se escondem. Algumas mulheres têm grandes lábios maiores, enquanto outras não os têm. Raramente as partes íntimas da sua parceira vão parecer com as das atrizes de filme pornô. Especialmente porque muitas mulheres que trabalham nesse mercado passaram por cirurgias plásticas que modificam a aparência genital. Então, não há como saber onde está o clitóris ou como você deve tocá-lo até que tenha realizado algumas explorações. Quando encontrá-lo, olhe bem para ele. Você verá que tem a mesma cor dos pequenos lábios, o que dificulta ainda mais sua localização, mas ele sobressai, desde que devidamente excitado e irrigado de sangue. Por sua causa, lógico.

4- Com ameixas, o teste de pressão perfeito.

Uma vez localizado o clitóris, use o polegar para acariciálo. As respostas dela vão indicar se você está no caminho certo. Na dúvida, pergunte. Mas não faça uma pergunta de resposta sim ou não, tipo “Isto é bom?”. Prefira “Você gosta mais depressa?” ou “Você prefere mais forte?”. A resposta será mais honesta e o orgasmo, mais rápido. O clitóris de algumas mulheres é muito sensível e elas podem não gostar de uma estimulação direta. Se for o caso, tente tocar do lado de fora do capuz. Para saber a quantidade de pressão a ser usada, pratique com uma ameixa bem madura. Primeiro, passe os dedos pela superfície da fruta; se suas unhas estiverem mal cortadas ou seus dedos muito ásperos, eles vão cortar a pele da ameixa – isso significa que machucariam também sua mulher, portanto cuide dos dedos. Agora, segure a ameixa com as mãos de forma que a ponta dos dedos de uma mão toque os dedos da outra. Pressione devagar os dedos do mindinho ao indicador como uma onda de pressão. Se a ameixa se romper, você está usando muita força. Em sua parceira, coloque toda a vulva nas mãos. Comprima suavemente e comece a massagear. Provoque-a e aqueça-a por fora.

5 – Ela não sabe, mas adora uma boa masturbação.

Junto ao clitóris da mulher encontra-se a haste clitoriana, que pode ser manipulada, oferecendo sensação equivalente à da masturbação masculina. A parte visível do clitóris é a ponta de um feixe nervoso que sobe pelo corpo. Você pode encontrar a haste (glande) apertando gentil e firmemente com os dedos o lábio superior, incluindo o clitóris e o capuz clitoriano. Você vai sentir algo como um , no cabo elétrico – esta é a haste clitoriana. Mantendo a pressão, manipule lentamente esse feixe nervoso. Será a masturbação mais mágica que ela já experimentou. Parabéns, você acaba de dar a ela o Melhor Sexo Que Ela Já Teve.

6 – A prática com balas de menta leva à perfeição.

Você pode achar isso um pouco ridículo, mas acredite: funciona. Coloque uma bala de menta na boca, aquela com furinho no meio, entre os dentes da frente e os lábios. O orifício é o clitóris. Com a ponta da língua, trace uma linha circular para um lado e para outro. Empurre o orifício com a língua, circule de novo e empurre. Faça repetições até quebrar a bala ou até você cansar a língua. Você pode praticar isso em qualquer lugar, a qualquer hora. As mulheres gozam por meio de uma consistente estimulação rítmica. Então, quando ela gostar de algum movimento em particular, não mude o que está fazendo. E esqueça a antiga dica de desenhar o alfabeto com a língua. Para a maioria das mulheres, isso é frustrante e muito provavelmente não vai levá-la ao orgasmo.

7 – Tocar não é o suficiente, tente tapinhas e sopros.

Algumas mulheres gostam de tapinhas leves nos genitais. Isso traz o sangue à superfície, irrigando as terminações nervosas. Coloque o polegar e o indicador em volta do capuz clitoriano e comprima gentilmente o clitóris. Deslize-o delicadamente entre seus dedos. Remova o capuz, expondo o clitóris – assopre-o levemente. E então, com o toque mais leve possível, massageie, com a ponta de um dos seus dedos lubrificada, em diferentes direções para ver o que ela gosta mais. Tente de lado a lado, para cima, para baixo ou em círculos.

MANIPULE DEVAGAR A HASTE CLITORIANA. SERÁ A MASTURBAÇÃO MAIS MÁGICA QUE ELA JÁ EXPERIMENTOU

8 – Use a língua para mostrar seu verdadeiro poder.

Ela já enlouqueceu com suas mãos ágeis. Agora é a vez de lamber seus lábios, mas não literalmente (pelo menos não agora). Em vez disso, use sua amiga ameixa – se você vem praticando a massagem manual, ela já deve estar rompida. Coloque a fruta na palma de uma mão e pressione a língua contra a abertura. Utilize a parte grossa do meio da língua na base da abertura da ameixa e, lentamente, traga-a para cima. Tente pressioná-la com massagens, alternando pressão e velocidade. Quando for de verdade, o gemido dela será uma indicação clara do que ela gosta. A língua é um músculo incrível, portanto você deve tirar o máximo proveito da sua. Depois de algumas longas estocadas – que devem massagear toda a vulva – bata levemente com a ponta da língua na parte superior da abertura da ameixa. Essa combinação da estimulação dos lábios internos e da ponta da língua no clitóris gera um prazer intenso. Para colocar sua língua no ritmo, pratique um pouco mais com a ameixa, lambendo o interior, tentando usar a língua para chegar até o caroço. E se você conseguiu fazer isso com facilidade, tente remover o caroço. Esse exercício fortalece os músculos da língua, aumentando sua força e resistência para o sexo oral – porque você não gostaria de ver sua língua dando sinal de exaustão no momento crucial do orgasmo dela, certo?

9 – Beijo papel filme e torne-se o rei do sexo oral.

Coloque uma bala Tic Tac dentro de um pequeno saco plástico transparente (ou papel filme), esticando-o. Beije-o e sugue-o até prender o Tic Tac (o clitóris dela) usando somente seus lábios e a força de sucção. Não morda nem use os dentes – isso vai machucá-la a ponto de acabar com a brincadeira. Quando dominar a técnica, avance. Com o Tic Tac nos lábios, trabalhe nele com a ponta da língua, exatamente do mesmo modo que você praticou com a bala de menta. Essa lição avançada sobre como lamber e chupar o clitóris dá a ela uma sensação equivalente à que você tem quando ela coloca os lábios na sua glande, chupando com força.

10 – Se ela ficou imóvel, seu trabalho está excelente.

Observe como ela move o quadril quando você faz sexo oral. Se ela estiver se contraindo ou se movimentando, não siga o movimento dela nem altere seu ritmo. Fique como está e deixe que ela encontre a posição e o movimento exato para alcançar o orgasmo. Sua parceira está somente ajustando a postura e, se você se mover com ela, estragará seus esforços. Continue fazendo a mesma coisa e deixe que ela regule a sintonia , na. Melhor ainda, diga que você vai deixar que ela mesma ajuste a posição. Isso dá à sua mulher a liberdade para movimentar-se e também ajuda você, contribuindo para que todo o processo seja cada vez mais fácil e bem-sucedido. Se ela parar com o quadril elevado e o abdome contraído, significa que você está no lugar certo. Se você continuar como está, mantendo o ritmo e a pressão, ela será inundada por ondas de prazer que se espalharão do clitóris para o resto do corpo. Isso fará o corpo dela tremer incontrolavelmente, mas não termine agora. Siga até sentir que ela parou de tremer e que seu corpo está totalmente relaxado. Você verá a expressão de êxtase no rosto dela e, provavelmente, um grande sorriso no seu.

Conteúdo Men’s Health